Sesab realizou mais de 4,6 mil exames de HIV e sífilis no Carnaval de Salvador


A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) já realizou mais de 4,6 mil testes de HIV durante o Carnaval de Salvador e Porto Seguro, no sul do estado. Os testes começaram a ser realizados nos circuitos da folia desde a última quinta-feira (8). No mesmo teste, também é detectado se a pessoa tem sífilis ou hepatites virais.

Na capital, os pontos de atendimento funcionaram no circuito Dodô: na Avenida Ademar de Barros, em Ondina, e na Avenida Centenário, na Barra. Até esta última segunda-feira (12), foram identificando 22 foliões infectados com HIV e outros 112 reagentes para hepatite B (4), C (9) e sífilis (99).

“É importante o diagnóstico precoce para que o tratamento possa ser iniciado o quanto antes. Os testes são feitos de maneira bem simples e rápida. O sangue é colhido da ponta dos dedos e posteriormente avaliado”, explica a coordenadora Estadual de IST/Aids da Sesab, Aparecida Rodrigues. Os testes rápidos para sífilis e hepatites B e C são de triagem, o que torna necessários exames confirmatórios posteriormente em uma instituição de saúde.

A Sesab também está distribuindo preservativos nos circuitos da folia. A expectativa é que pelo menos 1 milhão de unidades sejam entregues aos foliões em Salvador e Porto Seguro.