Esplanada se prepara para receber cerca de 20 mil pessoas em protesto


A Esplanada dos Ministérios terá seu trânsito alterado nesta próxima quarta-feira (04) devido a manifestações marcadas para acompanhar o julgamento do habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A previsão do governo do Distrito Federal é que dois grupos devem ocupar a área.

Os organizadores informaram que são esperadas cerca 10 mil manifestantes de cada movimento. O bloqueio será feito a partir da Catedral de Brasília até a Alameda das Bandeiras, em frente ao Congresso. Ficou acordado com os organizadores que o limite de acesso dos manifestantes será a Alameda das Bandeiras e que itens como balões infláveis não poderão entrar na área da Esplanada.

A partir da meia-noite de hoje, o Batalhão de Policiamento de Trânsito da PM vai interditar o fluxo de veículos na zona central do Plano Piloto. Segundo a Secretaria da Segurança Pública do Distrito Federal, a "divisão de lados dos grupos" será feita por meio de um corredor de policiamento ostensivo e uma grade de 1,20 metro de altura. "Os que são contra a concessão do habeas corpus deverão ficar à direita, com concentração no Museu Nacional".

"Os que são favoráveis à decisão ficarão à esquerda, com o Teatro Nacional como ponto de apoio", informou a SSP. Um grupo de ruralistas tem manifestação marcada para amanhã, com previsão de se concentrarem no estacionamento do ginásio Nilson Nelson, ao lado do estádio Mané Garrincha. Com informações do Estadão Conteúdo.