Justiça ordena que concurso da Câmara de Feira de Santana seja suspenso após empresa organizadora reivindicar licitação


04/04/2018 
Justiça ordena que concurso da Câmara de Feira de Santana seja suspenso após empresa organizadora reivindicar licitação
A Justiça da Bahia ordenou, na terça-feira (3), que o concurso público da Câmara de Vereadores de Feira de Santana, cidade a cerca de 100 km de Salvador, seja suspenso após a empresa que foi escolhida primeiro para ser a organizadora do certame reivindicar a licitação. A MSM Consultoria e Projetos Ltda venceu a concorrência, mas teve o processo licitatório revogado pela Casa, e foi substituída pelo Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC), que organizava o concurso desde então. O processo seletivo foi divulgado no início de março. No total, são oferecidas 37 vagas, com salários que variam de R$ 1.049,14 a R$ 2.640,63. A inscrição começou no dia 5 de março e vai até o dia 9 de abril, no site da IBFC. A suspensão do processo de seleção foi determinada pelo juiz Roque Rui Barbosa, da 2ª Vara da Fazenda Pública. A decisão prevê que a câmara retome o processo licitatório cancelado no final do ano passado. De acordo com a Câmara de Vereadores, a Casa vai recorrer da decisão da Justiça. Conforme a assessoria do órgão, as inscrições do concurso continuam abertas até uma nova decisão. No total, cerca de 17 mil pessoas já se inscreveram, segundo a Câmara. (G1)