Médica sumida no ES é vista em Jaguaquara; familiares continuam buscas


Desaparecida desde o dia 3 de abril, a médica capixaba Jaqueline Colodetti, de 50 anos, pode estar andando por cidades do interior baiano. Segundo a assessoria da família da cardiologista, a última informação é de que testemunhas teriam visto a médica em Jaguaquara, no Vale do Jiquiriçá. Por conta disso, familiares estão na região.

A Polícia Civil baiana também acompanha o caso. Conforme relato de moradores, Jaqueline Colodetti estava de cabelo amarrado, boné e com roupa diferente do que usava na última vez que foi vista. Uma sobrinha da médica, Raíza Colodetti, disse que a cardiologista pode ter viajado de carona com caminhoneiros, conforme relatos de moradores.

A médica foi vista pela última vez em Poções, no sudoeste baiano, após pegar carona com um caminhoneiro. O motorista disse que a profissional aparentava sinais de confusão mental. Familiares da médica acreditam que a médica sofreu uma perda súbita de memória. Quem tiver informações pertinentes sobre o caso pode discar para o 190, 181 [dique denúncia], ou nos telefones: (27) 99989-3396, (27) 98802-6205 ou (27) 99909-1524.