Órgãos de segurança avaliam local para acomodar Lula em caso de prisão no Paraná

04 de Abr // | Justiça
Os órgãos de segurança do Paraná avaliam o melhor local para acomodar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, caso ele seja preso e enviado para o sistema prisional do estado segundo informações da Folha de S.Paulo. O Supremo Tribunal Federal conclui nesta quarta-feira (4) o julgamento do habeas corpus da defesa do petista.

Agências de inteligência ligadas à Polícia Militar, à Polícia Civil, ao Departamento Penitenciário e à Secretaria de Segurança Pública monitoram as atividades de movimentos sociais, como o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra e Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, e as apuram as condições internas dos presídios.

Entre eles, o risco de animosidade dos presos e carcereiros contra o petista. O governo do estado considera que o Complexo Médico de Pinhais, conhecido como presídio da Lava Jato, é considerado o local mais adequado para acomodar Lula. A sexta galeria do presídio, um pavilhão isolado, acomoda presos da operação desde março de 2015. O risco é que ao redor do presídio há espaço que poderia servir de acampamentos de movimentos sociais.