Presidente do Sindserv de SAJ sobre o reajuste salarial dos servidores alega: “O momento é de puro descaso do prefeito”

 

03/04/2018  
Presidente do Sindserv de SAJ sobre o reajuste salarial dos servidores alega: “O momento é de puro descaso do prefeito”
A presidente do Sindserv (Sindicato dos Servidores do Municipais) de Santo Antônio de Jesus, Sheila Suely, em entrevista a Recôncavo FM desta terça-feira (03) para de forma incisiva apontar diversas necessidades dos servidores da cidade de Santo Antônio de Jesus, entre elas o reajusta salarial que tem sido um dos pontos mais reclamados pelos mesmos. Segundo Sheila, a questão do reajuste salarial não foi se quer conversada nessa gestão, mesmo após o sindicato ter enviado vários Ofícios à prefeitura. Durante a entrevista, entre diversas reclamações a presidente afirmou que faltam até canetas para os servidores trabalharem. “Nem o prefeito, nem o secretário oficializaram o Sindicato para que sentássemos e resolvêssemos a situação; desde dezembro a gente vem tendo esse cuidado para tentar antecipar, para tentar ganhar tempo em relação a nossa campanha salarial e até o momento o descaso do prefeito em relação a categoria do sindicato não foi resolvida”, disse. Suely ainda afirmou que desde que está no sindicato nenhuma gestão havia se omitido de dialogar, e que a mesma quer uma resposta da gestão, mesmo que seja um não", além de apontar desprezo da prefeitura com os servidores. “O momento que a gente se encontra agora é de puro descaso do prefeito Rogério Andrade (PSD) com a categoria do município de Santo Antônio de Jesus”, pontuou. 
Conforme a presidente, a classe vem enfrentando diversos problemas durante a gestão: “Os motoristas trabalhando com o carro quebrado, com cinto quebrado, as unidades de saúde com a parede forrada de mofo, sem canetas, o mínimo que é uma caneta. Ter uma caixa de caneta para o município, inclusive teve uma unidade que eu doei. Eu tive que doar uma caneta porque as meninas estavam sem canetas para preencher o prontuário de atendimento. Isso é um absurdo, os agentes de endemias trabalhando sem o fardamento novo, o pessoal do trânsito piorou, a farda que fez licitação desde o ano passado até agora não tem nenhum posicionamento, sem transportes para fazer ocorrências, fica um dependendo do outro”, falou com indignação em tom de denúncia. 
A mesma também mandou um recado para o prefeito e seus secretários: “Acho que está na hora seu prefeito Rogério Andrade, de o senhor se levantar junto com os seus secretários o qual foram escolhidos pelo senhor para trabalhar que é para isso que vocês foram eleitos, pra isso que vocês foram escolhidos”, falou. Ao encerrar sua fala, mais uma vez foi incisiva em suas colocações: “A gente vai ter nossa Assembleia que será no dia 10, na terça-feira, às 10h da manhã aonde a gente vai decidir os próximo passos que vamos tomar e vamos pra cima com tudo, vamos com tudo pra cima porque chega! Tem um momento que você tem que gritar, ‘Chega!’ está doendo, tem que resolver”.  
Redação: Voz da Bahia