Hospital da Mulher recebe representantes da Bélgica


O Hospital da Mulher recebeu nesta quinta-feira (15) a visita de representantes da Federação Geral do Trabalho e da Central Geral dos Serviços Públicos da Bélgica. Em visita a Salvador devido ao Fórum Social Mundial, que acontece entre os dias 13 e 17/03, estiveram na unidade o secretário regional da Federação Geral do Trabalho da Bélgica (FGTB), Jean François Rampuet, o presidente da Central Geral da FGTB, Geoffrey Goblet, e a internacionalista Alice Minette, representante da Central dos Serviços Públicos da Bélgica.

Na oportunidade, os representantes puderam conhecer a estrutura física, parque tecnológico, corpo médico e multidisciplinar da Unidade. A escolha da visita ao hospital se deu devido ao desejo dos representantes conhecerem e entenderem o funcionamento de uma unidade de saúde pública no Brasil e no estado.

“Nós estamos muito agradecidos por ter essa oportunidade de visita. Realmente esse projeto do Hospital da Mulher é uma coisa impressionante no que diz respeito ao profissionalismo e dedicação às pessoas mais pobres”, afirmou Alice Minette. “Nossos hospitais na Bélgica realmente precisavam de tamanho exemplo como este projeto”, declarou.
A secretária de mulheres da CUT Bahia, Lucíola Semião, também esteve presente durante a visita. “A visita destes representantes é de grande importância para a saúde da Bahia, porque o Hospital da Mulher é uma unidade que atende não só a Salvador, como a todo o estado e exerce papel fundamental no diagnóstico e tratamento do câncer de mama e do colo do útero”, afirmou.

Hospital da Mulher

O Hospital da Mulher Maria Luzia Costa dos Santos é a primeira unidade especializada na assistência e atenção à saúde feminina em todo estado da Bahia. Desde a inauguração, em janeiro de 2017, já foram realizados mais de 110 mil atendimentos, sendo 36 mil consultas ginecológicas, 8.500 cirurgias e 234 mil exames laboratoriais e procedimentos de bioimagem.

Fórum Social Mundial

Criado no Rio Grande do Sul, o Fórum Social Mundial é um evento altermundialista organizado por movimentos sociais de diversas partes do mundo, com o objetivo de elaborar alternativas para uma transformação social global. Em 2018, entre os dias 13 e 17 de março, o fórum acontece na capital baiana. O evento conta com atividades, debates e palestras acerca de questões sociais importantes na atualidade.