Dos 468, apenas 32 servidores votaram na eleição do Sindserv, pleito é investigado

24 de Jul // Leonardo Sousa |
Aconteceu na tarde desta última segunda-feira (23), em Santo Antônio de Jesus, a eleição para a presidência do Sindicato dos Servidores Municipais (Sindiserv). O que mais chamou a atenção de todos, foi o número baixo de servidores que compareceram para votar. Apenas 32 dos 468 servidores cadastrados no Sindserv participaram da eleição.

Alvo de denúncias, o pleito está sendo considerado irregular pelo presidente da Associação de Guardas Municipais, Arnaldo Santana e pela vice-presidente do sindicato, Vera Lucia. Os mesmos afirmam que a eleição foi organizada por Sheila Suely, atual presidente do sindicato, sem aviso prévio e sem divulgação.

E essa falta de aviso, impossibilitou os demais servidores a montar uma chapa para fazer oposição a atual presidente.O processo de eleição agora está judicializado para boa parte dos servidores. Funcionários públicos aguardam agora uma decisão da justiça sobre o caso. “Essa eleição está judicializada. Não concordamos e estamos aguardando uma liminar. Sheila quer se perpetuar no poder”, foi o que disse a servidora Aldair Gonçalve