É FAKE: Cantor que falou que Jesus era travesti não sofreu acidente de carro

Após o cantor pernambucano Johnny Hooker dizer que Jesus era travesti e virar alvo de uma queixa-crime, textos compartilhados nas redes sociais afirmam que o artista se envolveu em um acidente de carro, ficando "à beira da morte". 

Um vídeo publicado no YouTube diz mostrar o resgate do cantor e já contabiliza mais de 400 mil visualizações. As mensagens, contudo, são #FAKE.

Johnny Hooker não sofreu nenhum acidente de carro. As informações são da assessoria de imprensa do cantor. O artista, inclusive, comemorou aniversário de 31 anos nesta segunda-feira.

Hooker foi alvo de críticas após dizer, em um show na cidade de Garanhuns, em Pernambuco, no dia 28 de julho, que Jesus era travesti. O artista se posicionava contra a tentativa da prefeitura da cidade de proibir o espetáculo "O Evangelho segundo Jesus, Rainha do Céu", protagonizado pela atriz transexual Renata Carvalho. A peça traz Renata Carvalho interpretando Jesus como se ele vivesse nos dias atuais como uma travesti, e provoca reflexões sobre temas como gênero e inclusão.

"E eu estou aqui hoje pra dizer pra vocês que Jesus é travesti, sim, Jesus é transexual, sim, Jesus é bicha, sim, p*! Pode vaiar a vontade. Enfia a vaia no c*", exclamou o cantor durante a apresentação.

As imagens que foram atribuídas ao acidente são antigas e não têm relação com o artista. O vídeo original do resgate, que faz o registro de uma pessoa sendo retirada do carro por socorristas, foi publicado em 2013 e ocorreu na cidade de Lebon Régis, em Santa Catarina. Com informações do G1.