PRE-BA pede a emissoras que não promovam informações contra ou a favor de políticos

17 de Ago // Foto: Cláudia Cardozo / Bahia Notícias | Justiça
A Procuradoria Regional Eleitora da Bahia (PRE-BA) quer que as emissoras de rádio e TV do estado não façam programas, propagandas ou emitem opiniões favoráveis ou contrárias a candidatos, partidos e coligações durante toda a campanha eleitoral deste ano. A recomendação foi emitida no último dia 8 de agosto e divulgada nesta sexta-feira (17).

De acordo com o procurador Regional Eleitoral na Bahia, Cláudio Gusmão, os atos têm ocorrido com frequência nas últimas campanhas eleitorais, e afetam a disputa eleitoral. As vedações estão previstas no artigo 45 da Lei nº 9.504, que proíbe, ainda, veicular ou divulgar filmes, novelas e minisséries.

Além de qualquer outro programa com alusão ou crítica a candidato ou partido político. Além da não veiculação de informações favoráveis a respeito de candidatos e/ou partidos em suas programações normais e noticiários, a Procuradoria recomenda que as emissoras mantenham, devidamente arquivados, textos e gravações dos programas transmitidos, de acordo com determinações previstas no Código Brasileiro de Telecomunicações