Unidade Móvel da DPE-BA atenderá moradores da região de Santo Antônio de Jesus


17/08/2018 
Unidade Móvel da DPE-BA atenderá moradores da região de Santo Antônio de Jesus
O largo do bairro São Benedito, em Santo Antônio de Jesus, ficou ainda mais movimentado nesta quinta-feira, 16. O motivo? A visita da Unidade Móvel de Atendimento da Defensoria Pública do Estado da Bahia – DPE/BA que levou os serviços da Instituição para mais perto dos moradores e atraiu, também, pessoas de outros bairros da cidade. Ao todo, foram registrados 147 atendimentos sobre os mais diversos casos.
Entre os casos que foram destaque durante o atendimento, estava o do caldeireiro José Ribamar da Silva, 65 anos, que foi diagnosticado com hiperplasia da próstata e, há cerca de três anos, tenta fazer a cirurgia pelo Sistema Único de Saúde – SUS – e não consegue. “Sinto muitas dores, não consigo me alimentar direito e preciso andar com esta bolsa”, contou o caldeireiro, referindo-se à bolsa coletora de urina que carrega diariamente.
Já a dona de casa Geralda Santos, 64 anos, “carrega” a dúvida do paradeiro do marido, que saiu de casa há quase 28 anos e nunca mais deu notícias. “Anotei no papel a data que ele sumiu, evaporou: 14 de dezembro de 1990. Eu soube, em 2007, que ele tinha morrido, mas não sei se é verdade. Preciso resolver esta situação e me divorciar de um homem que não sei se está vivo ou morto”, relatou a dona de casa, que já quer casar novamente.
Esta é a segunda vez que a Unidade Móvel da Defensoria atende em Santo Antônio de Jesus e reforça o trabalho que já é feito na sede da 6ª Regional da Defensoria, localizada no centro da cidade. “Foi uma itinerância positiva, assim como no ano passado, que levamos a Unidade Móvel para o Conjunto Habitacional Urbis IV. É a continuidade do projeto de levar a Defensoria, aqui em Santo Antônio de Jesus, para os bairros. Toda vez que saímos da nossa sede e atuamos nos bairros vemos a receptividade dos cidadãos. Hoje, por exemplo, foram quase 150 atendimentos. São novos assistidos que precisam dos nossos serviços, passam a conhecer o nosso trabalho e tornam-se multiplicadores da atuação da Defensoria e dos serviços que ela dispõe”, ressaltou o subcoordenador da 6ª Regional da Defensoria, Murillo Bahia Menezes, que participou da itinerância com a defensora pública Guiomar Fauaze Novaes e servidores de Salvador e Santo Antônio de Jesus.
“Não sei o que seria da gente se não tivéssemos a Defensoria”
Assim como em todas as itinerâncias da Unidade Móvel, o que não podia faltar na visita à Santo Antônio de Jesus era a assistência oferecida através da Ação Cidadã Sou Pai Responsável, que realiza exames de DNA gratuitos para investigação e reconhecimento de paternidade e que chega à sua 11ª edição este ano.
“Não sei o que seria da gente se não tivéssemos a Defensoria para fazer este exame sem cobrar nada. Eu mesmo não tenho condições de pagar”, revelou o motociclista Manoel de Moura, 37 anos, que foi à Unidade Móvel para realizar o exame de DNA e investigar a paternidade com o suposto filho de apenas dois meses e a mãe do bebê.
A marisqueira Leonildes Santos, 44 anos, também não tem condições de pagar o exame de DNA e viu, na passagem da Unidade Móvel pela cidade, a chance de realizar um dos sonhos do filho que faleceu há oito meses: ter o nome no registro do pequeno T.S.S., de dois meses. “O grande sonho dele era ser pai, mas não deu tempo dele viver a paternidade e, hoje, estou aqui para realizar o exame por ele. Até o nome do bebê ele que escolheu. Para mim, é como se meu filho tivesse nascendo de novo”, contou a suposta vovó, que não tem dúvidas que o resultado do exame será positivo.
Roteiro: Dom Macedo Costa
Nesta sexta-feira, 17, a Unidade Móvel continua seu roteiro pelo recôncavo baiano e estará na cidade de Dom Macedo Costa. O atendimento será Praça Cônego José Lourenço, das 8 às 12h e das 13h30 às 16h.
Ingrid Carmo / Assessoria de Comunicação