Aparência de Lula já comove juízes, que discutem prisão domiciliar; Veja!


 

A aparência envelhecida do ex-presidente Lula (PT) teria impressionado juízes de tribunais superiores em Brasília. Segundo a jornalista Mônica Bergamo, a possibilidade de insistir na prisão domiciliar do petista voltou a ser discutida em gabinetes. Lula está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, após ser condenado em segunda instância, no âmbito da Lava Jato por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

O texto salienta que, mesmo tendo voltado à pauta, a ideia da concessão de uma prisão domiciliar ao petista ainda é considerada remota. O pedido foi aventado há alguns meses, mas foi temporariamento arquivado após a alteração da composição das turmas do Supremo Tribunal Federal (STF). Na última quarta-feira (14), o ex-presidente prestou depoimento à Justiça.

O ex-presidente foi denunciado por recebimento de propina das construtoras OAS e Odebrecht. Outras 12 pessoas também estão denunciadas no processo. Lula nega as acusações e diz não ser dono do sítio. De acordo com as investigações, foram feitas reformas e melhorias no patrimônio. Pelas investigações, as reformas no sítio começaram após a compra da propriedade pelos empresários Fernando Bittar e Jonas Suassuna, amigos de Lula.

No laudo elaborado pela Polícia Federal, em 2016, os peritos citam as obras que foram realizadas, entre elas a de uma cozinha avaliada em R$ 252 mil. A estimativa é de que tenha sido gasto um valor de cerca de R$ 1,7 milhão, somando a compra do sítio (R$ 1,1 milhão) e a reforma (R$ 544,8 mil).

A defesa de Lula sustenta que a propriedade era frequentada pela família do ex-presidente, mas ele não é proprietário do sítio. O empresário José Carlos Bumlai, amigo do ex-presidente da República, e réu por lavagem de dinheiro na mesma ação penal deverá ser interrogado hoje também.21 de Nov // Foto: Leonardo Benassatto/Reuters | Política