Prefeitura de Muniz Ferreira proporcionou evento em homenagem ao Dia da Consciência Negra



O dia 20 de novembro é o Dia da Consciência Negra, em homenagem à morte do símbolo da luta negra, Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares, em 1695. A data foi estabelecida como comemorativa em 2011 pela lei federal nº 12.519/2011, mas a decisão de ser ou não feriado é de cada município. Em Muniz Ferreira, apesar de não ser considerado feriado, a data é comemorada com programações especiais durante o mês e, principalmente, o dia.

A Prefeitura, de Muniz Ferreira a Secretaria da Cultura do) realizam eventos sobre negritude e consciência negra desde o início do mês. Nesta terça-feira, a programação inclui , palestras, roda de formação, cinema, capoeira e atrações culturais.

Capoeira:

É uma expressão cultural que mistura luta, dança, cultura popular, música. Desenvolvida por escravos africanos trazidos ao Brasil e seus descendentes, é caracterizada por movimentos ágeis e complexos, utilizando os pés, as mãos e elementos ginástico-acrobático. Uma característica que a distingue de outras lutas é o fato de ser acompanhada por música.
A palavra capoeira tem alguns significados, um dos quais se refere às áreas de mata rasteira do interior do Brasil. Foi sugerido que a capoeira obtivesse o nome a partir dos locais que cercavam as grandes propriedades rurais de base escravocrata., apresentações musicais, desfile de modas, homenagens, danças africanas, entre outras atividades. Tivemos a apresentação do grupo Coletivo da Quebrda, jovens de Cruz das Almas que se reúnem para manifestar os seus anseios através da arte. Apresentação de dança do grupo Essence Dance de Muniz Ferreira que trouxe a consciência negra como tema central de sua apresentação. Logo após fizemos um lindo desfile multirracial com participação de crianças de 2 anos até senhoras de mais de 50 anos. Após a entrega de certificado de participação e medalhas aos participantes convidamos o grupo de capoeira do Ponto Chic para encerrar o evento com capoeira e samba de roda.




Palestra discutiu preconceito e o papel da cultura negra

acontece uma palestra sobre História, Memória e Consciência Negra
o impacto do preconceito para as pessoas e a sociedade, assim como os desafios para superá-lo em nossos dias.com professor Udson weslei silva e silva a inserção do negro na sociedade e o empoderamento do jovem negro através da cultura Rep



De acordo com o prefeito, é necessário lutar pela igualdade dos povos e o dia da consciência negra tem essa função. “Acredito que o dia 20 de novembro tem que ser um dia que nos obrigue a uma reflexão mais séria sobre a igualdade racial e que não seja apenas um dia de descanso

Secretaria de educação Luzia o evento busca muito mais que divulgar a cultura afro-brasileira, ele vem mostrar a luta e a reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. “Nossas políticas públicas estão ativas e presentes para apoiar todas as ações que valorizem a nossa história”.

Vice-prefeita Mind da saúde , esteve no evento e destacou a importância deste dia. “Nosso trabalho contempla crianças”.

0 vereador RAY , e o vereador Alan participou jovens, mulheres que tem a oportunidade de discutir sobre o papel do negro na sociedade, formas de preconceito e ainda projetar para os demais o valor da cultura negra e de sua importância na formação de nosso povo e do nosso país”, falou o vice prefeita.
 Tivemos a participação da comunidade que lotou a praça e participou ativamente do evento.