Rui decide que Secretaria de Educação não será ocupada por indicação partidária


[Rui decide que Secretaria de Educação não será ocupada por indicação partidária]
14 de Janeiro de 2019  Por: Adenilson Nunes/BNews Por: Bruno Luiz e Aparecido Silva
O governador Rui Costa (PT) informou, na manhã desta segunda-feira (14), que a Secretaria de Educação não será ocupada por indicação partidária, como vinha sendo especulado nos últimos dias. O Partido dos Trabalhadores e, mais recentemente, pelo PCdoB, manifestaram interesse em indicar quadro para o cargo de secretário na formação do novo governo petista.
"Não. A Secretaria de Educação não haverá indicação partidária. Isso não quer dizer que alguém que vá não tenha filiação. Não vou fazer pesquisa de filiação partidária para ninguém. O conceito é que interessa", disse o chefe do Executivo ao BNews durante visita a obras de infraestrutura no bairro do Comércio, em Salvador.
O petista ressaltou que não nomeará uma pessoa por indicação partidária para evitar disputa na pasta. "Quando você faz composição partidária, todas as forças daquele partido querem se ver naquela secretaria. No caso da Secretaria de Educação, não quero que isso aconteça. Portanto, a indicação será minha, pessoal, da cota pessoal do governador, independentemente de a pessoa ser filiada ou não a algum partido político", reiterou.

Sobre os pleitos dos demais partidos, Rui disse que tentará 'harmonizar' todos os pedidos por espaços. "Em uma aliança, todos têm que se sentir participantes do governo. Essa é a nossa meta. Entendo a estratégia de cada um pedir bastante, e cabe a mim harmonizar. Evidentemente, o governo não tem tamanho para o que todos pediram", declarou.  

Nenhum comentário