Dr. Igor rebate denúncias do ex-secretário de cultura sobre as licitações para o São João de S. A. de Jesus

Dr. Igor Coutinho, secretário de Administração da prefeitura de Santo Antônio de Jesus / Foto: Voz da Bahia
O advogado Dr. Igor Coutinho e atual secretário de Administração da prefeitura municipal de Santo Antônio de Jesus, esteve no Voz da Bahia e em entrevista a live das 12h30 desta terça-feira (28), entre vários assuntos, explicou e rebateu às denúncias do ex-secretário de Cultura do município, Dr. Everaldo Ferreira Júnior (PDT), sobre o processo licitatório que ele alega está “viciado” para a realização do São João da cidade.
LICITAÇÃO:
Igor afirma que vem acompanhado essas denúncias do ex-secretário de cultura através das redes sociais e alerta sobre a responsabilidade para tais ações inverídicas, “na semana passada houve um vídeo em frente ao MP (Ministério Público) onde o cidadão denunciava tal licitação alegando que tinha dono e era viciada, como prova tinha uma declaração que ele mesmo tinha feito e declarado em cartório. Porém, nessa declaração o registro tinha sido feito as 9h47 e não às 9h da manhã como ele tinha apontado no vídeo, ou seja, muita coisa aconteceu nesse tempo. Dez minutos antes do registro do documento, no cartório só havia uma empresa apta a vencer a licitação, pois as outras duas foram desclassificadas por não cumprirem exigências do edital”, explica.
AINDA SOBRE AS DENÚNCIAS DE DR. EVERALDO:
Ainda sobre as denúncias feitas por Dr. Everaldo ao insistir que o processo licitatório estava viciado e que o palco já estava montado, sendo que a homologação só ocorreu ontem, dia 27 de maio de 2019. Dr. Igor aponta a que a prefeitura age de forma clara e transparente e não vai esconder nada para ninguém, “sobre isso, se o prefeito Rogério Andrade (PSD) assinou ontem, dia 27 de maio de 2019, quer dizer que a ordem de serviço foi dada ontem, mas é um pregão eletrônico, antes de chegar nesse momento da assinatura do contrato, a empresa já sabe que ela foi vencedora, porquê há uma fase depois da disputa dos lances e depois da apresentação da documentação, a empresa é declarada vencedora e isso já fica no sistema”, expõe.
POSTES DAS BANDEIROLAS:
Em relação aos postes que seguram as bandeirolas no qual afirmam que desapareceu da área da prefeitura municipal, o secretário de administração declara que há um ponto em consenso nesse caso, “de todos os seguimentos e independente de qualquer grupo, a prefeitura de Santo Antônio de Jesus recebeu esses tubos em doação pela Petrobrás na gestão do ex-prefeito Euvaldo Rosa (PSB), disso ninguém discorda. Aí a gente avança um pouquinho no tempo; a própria equipe da gestão passada afirma que recebeu esses tubos, ou seja, me parece que há um consenso também nesse ponto, porque me parece que há uma licitação realizada no ano de 2013 em que cita o objeto da licitação que é para fazer o serviço de montagem com tubos disponibilizados pelo município. Depois veio o ponto de divergência, porque há uma corrente que alega que esses tubos teriam sidos entregues para a gestão atual e a mesma nega que não tenha recebido esses tubos da gestão passada, por isso a prefeitura vem locando para executar o serviço. É uma questão chamada de ônus da prova, ou seja, a obrigação de provar. Há transição de uma gestão para outra e tudo é registrado em cartório, ou seja, quem tem que provar é quem disse que entregou, enfim o dado é esse”, concluiu.  
Reportagem e Foto: Voz da Bahia

Nenhum comentário