No Faustão, Daniel detalha 1ª vez com Ivete Sangalo: ‘Namoramos a noite inteira’

Em processo de divulgação do seu mais novo DVD, que comemora os 25 anos de carreira, Ivete Sangalo esteve no palco do “Domingão do Faustão” e foi surpreendida por depoimentos de familiares. Seu marido Daniel Cady, por exemplo, abriu o jogo sobre o início do relacionamento do casal.
“Nossa história é bem coisa de filme. Ela estava no pier tomando sol, eu tinha acabado de chegar nadando. Ela começou a puxar assunto. Certo dia, ela me adicionou na internet, e a gente começou a trabalhar junto. Eu ia em casa, fazia as compras, determinava o cardápio da semana. Até que um dia ela disse: ‘vamos nadar juntos’. Foi a primeira vez que rolou um clima entre eu e ela”, lembrou.
O baiano então disse que ficou preocupado naquele momento. “Eu com aquela mentalidade: ‘onde se ganha o pão, não se come a carne’. Até que um dia ela me convidou: ‘vem, tem uma festa aqui’. Quando abri a porta, ela estava sozinha. Aí rolou jantar a luz de vela, namoramos a noite inteira e estamos juntos até hoje. Dez anos, três filhos, a gente é muito feliz, a vida que eu pedi a Deus. Te amo”, finalizou.
Visivelmente feliz, a cantora, então, deu sua versão dos fatos: “Foi um encontro mesmo de almas. Era lugar que eu estava sempre, no meu cotidiano. Quando ele chegou de fato, eu fui tomada por uma energia. ‘Opa, gatinho também’. Fiquei olhando, todo organizado de sunguinha. Convidei para fazer um trabalho comigo, já mal intencionada. Querendo saber o que tem na despensa? Eu queria ir pra despensa”, brincou.
Em seguida, explicou como foi o primeiro encontro. “Botei umas velas no chão, um shortinho e ‘derrubei’ ali mesmo. Falei: ‘Chega, ou eu lhe demito e a gente se deita ou você vai infringir as leis do seu trabalho. Acho melhor você invadir a minha despensa e você comer um cardápio que jamais comeu na sua vida’. Sou muito apaixonada mesmo por ele, muita admiração pelo cara que ele é. Não me apaixonei à toa, ele me deu esses filhos lindos e me trouxe muita maturidade”.
Quem também deu um depoimento foi o filho Marcelo, de nove anos. Assim como fez no programa “Tamanho Família”, o primogênito mostrou que puxou o carisma da mãe. “Eu toco timbau, surdo, bateria, repique… é tanta coisa que eu gosto de tocar que nem lembro. Minha mãe gosta de tocar bateria, mas ele não toca tanto assim. Meu pai me ensinava umas coisinhas agora eu que to ensinando pra ele, pra minha mãe. Cada vez to melhorando mais e com fé em Deus eu vou entrar ou na banda da minha mãe ou de outra pessoa. Esperem por mim”, prometeu.
No vídeo, ainda falou como é ser filho da cantora. “Ser filho da minha mãe não é ruim, é legal. A gente toma banho, liga a banheira, Marina faz cocô na banheira, Helena faz xixi, é engraçado. É uma casa feliz, tipo um parque de diversões. Minhas irmãs amam ficar no estúdio, minha mãe também ama ficar lá comigo”. Por Júnior Moreira Bordalo

Nenhum comentário