Aeroporto de Conquista: Otto diz que Bolsonaro é 'engenheiro de obra pronta'


Segundo o parlamentar, a obra, que teve 30% de recursos do Estado e 70% do governo federal, foi executada pelo governo baiano

[Aeroporto de Conquista: Otto diz que Bolsonaro é 'engenheiro de obra pronta']
Foto : Tácio Moreira/Metropress
Por Alexandre Galvão e Matheus Simoni no dia 22 de Julho de 2019 ⋅
Depois de confirmar que não vai viajar para Vitória da Conquista para a inauguração do Aeroporto Glauber Rocha, no Centro-Sul da Bahia, o senador Otto Alencar (PSD-BA) afirmou que a ida do presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao evento inaugural não se justifica. Segundo o parlamentar, a obra, que teve 30% de recursos do Estado e 70% do governo federal, foi executada pelo governo baiano.
A ida de Bolsonaro ao evento foi confirmada pelo próprio em uma transmissão ao vivo nas redes sociais na última semana. "Ele não colocou um real. Quem colocou foi Dilma e Temer. Ele quer ser pai da obra que não construiu. Ele vai amanhã como engenheiro de obra pronta", disse Otto, em entrevista à Rádio Metrópole hoje (22), durante o Jornal da Bahia No Ar.
De acordo com o senador, o aeroporto só foi construído através de esforço do então governador Jaques Wagner (PT). "A decisão foi de Wagner. Quando Dilma assumiu, assinamos o contrato de 70% do governo federal e 30% do governo estadual. Fui lá várias vezes com o governador ver como estava a obra, o secretário Marcus Cavalcanti, que ficou em meu lugar, foi várias vezes, Wagner foi várias vezes. Quem vai lá amanhã e precisa conhecer é Bolsonaro", acrescentou. 

Nenhum comentário