Robinson rebate ACM Neto: 'Governador não apoia medidas que penalizam mais pobres'

Robinson rebate ACM Neto: 'Governador não apoia medidas que penalizam mais pobres'

Foto: Divulgação
O deputado estadual Robinson Almeida (PT) rebateu declaração do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), de que o governador Rui Costa (PT) "vai pagar alto" por ter um "silêncio conivente" sobre a reforma da Previdência (veja aqui).

“O governador Rui Costa já tornou público que não apoia medidas que penalizam os mais pobres. Ao contrário de ACM Neto, que, junto com Bolsonaro, quer inviabilizar o direito à aposentadoria da classe trabalhadora com essa proposta da reforma da previdência”, afirmou Robinson, que em abril realizou várias audiências públicas para discutir o tema em Salvador e no interior do estado com o ex-ministro da Previdência, Miguel Rossetto. 

“Enquanto Bolsonaro e ACM Neto querem que o trabalhador pague a conta da crise capitalista, a reforma da previdência, que ambos defendem, presenteia os ruralistas com R$ 83 bilhões em isenções e rejeita o destaque nº 138 que tributaria as grandes fortunas e geraria, por ano, R$ 142 bilhões de receita a União. Essa é a lógica perversa do governo Bolsonaro apoiado pelo prefeito de Salvador, que o governador Rui Costa não compactua”, afirmou o parlamentar. Robinson Almeida é um dos pré-candidatos do PT para disputar a prefeitura de Salvador no próximo ano.

Durante a entrega da nova sede da Neojiba, na Liberdade, o governador Rui Costa afirmou que a reforma da previdência não resolve o déficit da previdência no estado (veja aqui). 

Nenhum comentário