Lula e Maia devem se encontrar para dialogar sobre o país; Bolsonaro não tem relação amistosa com Rodrigo

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), deverão se encontrar para dialogar sobre as conjunturas política e econômica do País. O deputado federal José Guimarães (PT) informou ao parlamentar que agora a principal lidernaça popular do País pretende encontrá-lo.
A informação foi publicada na coluna de Lauro Jardim. Seria a primeira conversa de Lula solto com um político fora do âmbito da esquerda.
Mesmo com DEM fazendo parte da base do governo, Jair Bolsonaro não tem uma relação tão amistosa com Maia, que teceu duras críticas a ele ao longo deste ano e, devido à falta de articulação de Bolsonaro, conduziu a aprovação da reforma da Previdência na Câmara.
Durante uma entrevista à Globo, por exemplo, no primeiro semestre, antes de a reforma ser aprovada, Maia afirmou que Bolsonaro precisa ter “mais tempo para cuidar da reforma da Previdência e menos tempo” para as redes sociais
“Ele [Bolsonaro] precisa ter um engajamento maior. Ele precisa ter mais tempo pra cuidar da Previdência e menos tempo cuidando do Twitter, porque, se não, a reforma não vai andar”, disse Maia.
Também antes da votação do projeto, Maia disse à GloboNews que o fato de o País não ter um governo organizado “atrapalha muito”.Vagner Souza/BNews

Nenhum comentário