“Foi em questão de segundos”, fala funcionário sobre tragédia na BA; 3 morrem após desabamento de torre

(Foto: Tiago Caldas/CORREIO)
“Eu nem consigo acreditar, estou até confuso, sem entender direito como aconteceu”, disse abalado um funcionário depois de testemunhar uma tragédia. O que era para ser um dia comum de trabalho se transformou em pesadelo para quem trabalhava fazendo reparos na rede elétrica na cidade de Simões FIlho, na região metropolitana de Salvador (RMS). Três pessoas morreram depois que uma torre de alta tensão, caiu no início da tarde de domingo (15), na BA-093.
A queda da torre aconteceu durante serviços de recapacitação da linha de transmissão Camaçari-Cotegipe, de 230kV. Segundo informações de testemunhas, no momento do acidente, por volta das 12h, cinco funcionários trabalhavam na estrutura que cedeu. Dos cinco, dois morreram na hora e um após socorro, já fora do local. Outros dois foram socorridos e levados pelo Serviço Móvel de Urgência (Samu), para o Hospital Geral de Camaçari.
“Foi em questão de segundos, o serviço estava acontecendo normalmente. Estava sendo feito naquela torre o que já fizemos em várias outras aqui e de repente eu só escuto a gritaria. O guindaste que estava em outra operação aqui, foi usado para levantar a torre, pra poder tirar os feridos”, contou um funcionário que presenciou o acidente, sem se identificar.
Ainda de acordo com quem trabalhava no momento da tragédia, o socorro demorou entre trinta e quarenta minutos para chegar. O serviço estava sendo realizado há pouco mais de um mês no local, que é de difícil acesso. A torre que acabou despencando pesa por volta de 12 toneladas, quando considerados todos os módulos que compõe seus quase 30 metros de altura.
De longeNão é possível determinar exatamente quantas pessoas trabalhavam no momento do acidente. A equipe, terceirizada pela Chesf, prestava serviço pela Assembly Instalações Elétricas, empresa com sede no Paraná. Procurada pelo CORREIO a empresa não respondeu os questionamentos sobre a identificação dos funcionários ou as causas do acidente.
“Vem gente de todo canto, Maranhão, Pernambuco, Ceará, Paraná. Por isso a gente não sabe confirmar de onde eles eram”, disse um funcionário. Entre eles, o clima era de tristeza, muitos choravam ou estavam em estado de choque, ainda no fim da tarde, quando os corpos das vítimas que morreram no local foram retirados, por volta das 17h. As vítimas foram levadas para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Camaçari.
Ainda não há informações oficiais sobre as causas do acidente, nem sobre o estado de saúde dos sobreviventes. Equipes da Chesf, de Pernambuco, estão se deslocando de Recife a Salvador, para acompanhar a situação e reunir informações de campo. A empresa disse ainda não ter dados de identificação das vítimas, funcionárias da Assembly
“O trabalho nesta linha está sendo realizado por empresa contratada e a Chesf, ao ser informada do ocorrido, foi mobilizada, adotando todas providências cabíveis. A Chesf lamenta profundamente a perda dos três trabalhadores e destaca que atua de modo a reforçar o valor da segurança em todas as suas atividades”, diz a empresa em nota. Não houve interrupção no fornecimento de energia elétrica para a população. Correio da Bahia

Nenhum comentário