Após polêmica com 'As Muquiranas', secretária diz que a venda de 'pistola de água' deveria ser proibida


Julieta Palmeira contou ainda que a Lei Antibaixaria, que veda a utilização de recursos públicos para contratar artistas que cantassem músicas que desvalorizassem, constrangessem ou incentivassem a violência contra as mulheres, manifestassem discriminação ou fizessem apologia a drogas, não está sendo respeitada

[Após polêmica com 'As Muquiranas', secretária diz que a venda de 'pistola de água' deveria ser proibida]
Foto : Reprodução /Facebook
Por João Brandão no dia 27 de Fevereiro de 2020 ⋅ 
Após o bloco "As Muquiranas" ser acusado de importunação sexual por diversos ouvintes da Rádio Metrópole, a secretária estadual de Políticas para as Mulheres, Julieta Palmeira, disse na emissora que quer a proibição da venda de “pistola de água”.
“Temos que inibir isso ai. A sensibilização não está funcionando. É absolutamente cafona, démodé, um bando de homens que se vestem como quiser, mas usam pistola que eu acha deveria ser proibida a venda. Verei um mecanismo disso”, afirmou.
A secretária contou ainda que a Lei Antibaixaria, que veda a utilização de recursos públicos para contratar artistas que cantassem músicas que desvalorizassem, constrangessem ou incentivassem a violência contra as mulheres, manifestassem discriminação ou fizessem apologia a drogas, não está sendo respeitada. “Temos que criar algum mecanismo para a lei ser respeitada”, completou.

Nenhum comentário