Após críticas, Bolsonaro revoga suspensão do contrato de trabalho por até 4 meses


Iniciativa tinha como objetivo beneficiar empresários durante a pandemia de coronavírus, que culminou com fechamento de uma série de postos de trabalho

[Após críticas, Bolsonaro revoga suspensão do contrato de trabalho por até 4 meses]
Foto : Isac Nóbrega/PR
Por Matheus Simoni no dia 23 de Março de 2020 ⋅ 
Após inúmeras críticas por conta da Medida Provisória (MP) que autoriza suspensão do contrato de trabalho por até quatro meses, o presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) voltou atrás e anunciou que vai revogar a decisão. Ele comunicou o recuou em uma publicação no Twitter feita hoje (23).
A iniciativa tinha como objetivo beneficiar empresários durante a pandemia de coronavírus, que culminou com fechamento de uma série de postos de trabalho.
O empregado deixaria de trabalhar, assim como o empregador não pagaria o salário, mas a empresa continuava obrigada a oferecer curso de qualificação online ao trabalhador e a manter benefícios, como plano de saúde. Uma das principais críticas foi feita pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que chamou a MP de "capenga" e anunciou que o texto seria devolvido ao Executivo. 

Nenhum comentário