“Bolsonaro é desumano e vingativo”, diz deputado baiano sobre números do Bolsa Família no nordeste; só 3%

O deputado estadual Robinson Almeida (PT-BA) criticou decisão do governo Bolsonaro de conceder apenas 3% das novas concessões do programa Bolsa Família para o Nordeste, enquanto o Sul e Sudeste ficaram com 75% dos novos benefícios.
Para o parlamentar baiano, “Bolsonaro age com desumanidade e vingança por ter sido derrotado nas últimas eleições na região”. Ainda segundo o petista, os nove governadores nordestinos são de oposição ao governo federal, o que amplia o sentimento de segregação por parte do presidente.
“Bolsonaro é desumano, segregador e vingativo. Age com perversidade e revela, mais uma vez, não ter compostura para ocupar o principal cargo da República do nosso país. Em mais de um ano de desgoverno só fez perseguir o nordeste porque foi derrotado em nossa região. É importante que o Congresso Nacional cobre uma explicação para esse fato inadmissível, que agrava a desigualdade e os problemas sociais em nossa região”, afirmou Robinson.

Nenhum comentário