SAJ: Defesa Civil, PM e Guarda Municipal realizam abordagens para orientar comerciantes a se adequar ao decreto municipal contra o Covid-19


Agentes da Defesa Civil em Santo Antônio de Jesus estão fiscalizando os estabelecimentos comerciais do município para orientar os proprietários sobre as proibições determinadas pelo decreto da Prefeitura Municipal na luta para conter o avanço do coronavírus na cidade. Os trabalhos da Defesa Civil contam com o apoio da Policia Militar e Guarda Civil Municipal. Na noite desta última quinta-feira (26), os agentes deram orientações aos donos de bares sobre o decreto que proíbe o funcionamento de bares e congêneres com aglomerações de pessoas devido a pandemia. Vale lembrar que o primeiro decreto foi assinado na última segunda-feira (23), que em seguida fez também a edição de outros dois decretos com medidas para prevenir o coronavírus na cidade. “Estamos na árdua missão de conscientização dos nossos amigos comerciantes, donos de bares, lanchonetes e restaurantes. Estamos diuturnamente visitando os estabelecimentos que conforme o decreto exige, eles não podem funcionar a não ser no sistema de delivery. Desde a última segunda-feira foi publicado este decreto e n´s estamos acompanhando e visitando nossos amigos proprietários de estabelecimentos desse tipo para conscientiza-los da importância da não aglomeração de pessoas nas ruas da nossa cidade. Algumas pessoas compreendem a necessidade desse isolamento nesse primeiro momento, mas infelizmente a aqueles consumidores que se alteram no discurso. Nosso intuito é que os proprietários não acomodem mesas e cadeiras na frente dos seus estabelecimentos para que isso não der a ideia para que as pessoas de que elas podem estar ali sentadas e confraternizando. É um trabalho árduo, mas é gratificante quando a gente ver que nossa cidade não há nenhum caso confirmado do novo coronavírus. É sinal de que o trabalho vem dando certo e esperamos que ele seja logrado de êxito até o final dessa quarentena de 15 dias”, disse o coordenador da Defesa Civil Sargento Vinícius.

Nenhum comentário