Bolsonaro tenta criar base após derrotas no Congresso e abre negociação com centrão


Movimentação do governo também tem como alvo a disputa para o comando das duas casas do Legislativo, prevista para o começo de 2021

[Bolsonaro tenta criar base após derrotas no Congresso e abre negociação com centrão]
Foto : Marcos Corrêa/PR
Por Metro1 no dia 23 de Abril de 2020 ⋅ 
O presidente iniciou nos últimos dias uma série de reuniões com políticos do chamado "centrão" para negociar cargos federais com os chefes destas legendas. A iniciativa, de acordo com interlocutores, é formar uma base de apoio na Câmara e no Senado, que foram palcos de derrotas do presidente desde que foi eleito.
A movimentação de Bolsonaro também tem como alvo a disputa para o comando das duas casas do Legislativo, prevista para o começo de 2021. Atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM) aprofundou as críticas aos setores do governo diante da pandemia do coronavírus.
O principal articulador das negociações é o ministro da Secretaria de Governo, o general da reserva Luiz Eduardo Ramos. Além do militar, o governo está negociando o comando de órgãos federais com legendas do centrão, como PP, PL e Republicanos.
 

Nenhum comentário