Empresários liderados por donos da Riachuelo e da Havan abandonam Bolsonaro

Após a saída do ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, e de suas revelações sobre o presidente Jair Bolsonaro, empresários liderados por donos da Riachuelo e da Havan decidiram retirar o apoio do presidente.
De acordo com a Revista Fórum, o presidente do Instituto Brasil 200, Gabriel Kanner, afirmou que um grupo composto por empresários que apoiavam Bolsonaro se decepcionaram com a interferência do mesmo. Kanner teria dito à Folha de S. Paulo que se sentiu “traído como eleitor” e que todos que acreditaram no discurso de Bolsonaro sobre o combate à corrupção sentiram-se da mesma forma.
Entre os integrantes do grupo de empresários estão Luciano Hang e Flávio Rocha, donos das empresas Havan e Riachuelo, respectivamente. Hang ficou bastante conhecido pelo terno verde-e-amarelo e também por defender fielmente o presidente.Foto reprodução Instagran. Matéria, A Tarde.

Nenhum comentário