Jornalistas pedem demissão de Marcão do Povo do SBT


O apresentador já foi suspenso pela emissora após sugerir campos de concentração para infectados pelo coronavírus

[Jornalistas pedem demissão de Marcão do Povo do SBT]
Foto : Divulgação
Por Metro1 no dia 13 de Abril de 2020 ⋅ 09:30
A demissão de Marcão do Povo, apresentador do telejornal Primeiro Impacto, foi reivindicada em carta que um grupo de jornalistas do SBT enviou à direção da emissora na última sexta-feira (10). Segundo o "Uol", eles alegam que o âncora "extrapolou todo e qualquer limite" ao defender no ar a criação de "campos de concentração" para as pessoas infectadas pelo novo coronavírus. 
O texto defende ainda que, com tal postura, Marcão "não está a altura de representar o nome e a história do SBT". E diz mais: "A necessidade de manter a população em casa é, segundo todas as autoridades de saúde, a única medida a ser tomada para diminuir o número de mortos. Um apresentador, que tem o privilégio de ser ouvido por todo país, não pode sugerir qualquer orientação contrária a seus telespectadores. É um desrespeito à vida dos que nos assistem e confiam na credibilidade desta emissora".
A declaração de Marcão do Povo foi ao ar na última quarta-feira (8). "Não seria interessante montar um campo de concentração de cuidados, com os equipamentos mais sofisticados, com os melhores profissionais, e colocar essas pessoas com problemas e com sintomas?", perguntou ele.
Após a repercussão negativa, o SBT suspendeu Marcão por 15 dias. Antes, ele já tinha minimizado os efeitos da Covid-19, afirmando que o país, por ter temperaturas mais altas que a Europa, não seria impactado pelo vírus. Na ocasião, expectadores reclamaram e o acusaram de espalhar fake news.
Sobre acatar a demissão proposta pelos colaboradores, a emissora não se manifestou.

Nenhum comentário