Sesab aponta risco de mortes por Covid-19 no Extremo Sul após prefeito desfazer acordo

Segundo Fábio Vilas-boas, o prefeito de Itamaraju voltou atrás ao perceber que a proposta era contestada por parte da população

[Sesab aponta risco de mortes por Covid-19 no Extremo Sul após prefeito desfazer acordo]
Foto : Divulgação
[Sesab aponta risco de mortes por Covid-19 no Extremo Sul após prefeito desfazer acordo]
Por Danielle Campos no dia 11 de Abril de 2020 ⋅

O prefeito de Itamaraju, Marcelo Angênica (PSDB), desfez o acordo firmado com o governador Rui Costa (PT) para a utilização do Hospital Geral que receberia a implantação de 20 leitos de UTI dedicados a pacientes com Covid-19. Segundo o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-boas, o prefeito voltou atrás ao perceber que a proposta era contestada por parte da população.
Vilas-Boas disse, na manhã de ontem (10), que os técnicos da Sesab chegaram à cidade para avaliar as adaptações necessárias e foram recepcionados por um carro da prefeitura. "Mas surpreendentemente, nós fomos acolhidos por um grupo de manifestantes contrários a essa instalação e, posteriormente, pela manifestação pública do prefeito, se dizendo contrário a tudo aquilo que havia sido combinado, acordado, garantido entre ele e o governador", relatou o secretário.
"É importante ressaltar o risco de morte que a população está exposta, caso não consigamos montar uma estrutura de atendimento aí na região", pontuou o secretário de Saúde, que enfatiza a rápida evolução e necessidades especiais dos pacientes graves da doença. 
Até o momento, a região do Extremo-Sul da Bahia registra nove casos de coronavírus, distribuídos em Itamaraju (1), Medeiros Neto (1), Prado (4) e Teixeira de Freitas (3).