Comissão de Ética da Presidência intima Weintraub a explicar fala sobre ministros do STF


Weintraub tem 15 dias, a partir da notificação, para enviar posicionamento; com a resposta, a Comissão vai analisar se abre um procedimento contra o ministro

[Comissão de Ética da Presidência intima Weintraub a explicar fala sobre ministros do STF]
Foto : Marcos Corrêa/PR
Por Luciana Freire no dia 01 de Junho de 2020 ⋅metro1
A Comissão de Ética Pública da Presidência da República intimou o ministro da Educação, Abraham Weintraub, a prestar informações sobre as declarações registradas na reunião ministerial de 22 de abril em que chama os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) de vagabundos. Weintraub tem 15 dias, a partir da notificação, para enviar posicionamento.
De acordo com o presidente da comissão, Paulo Henrique Lucon, a iniciativa de pedir esclarecimentos foi da própria comissão.
Com a resposta do ministro em mãos, a Comissão de Ética Pública vai analisar as explicações e decidir se abre um procedimento contra o ministro.
Na última sexta-feira (29), uma equipe da Polícia Federal foi à sede do MEC para ouvir Weintraub sobre essa mesma fala. O ministro recorreu ao direito de ficar calado.

Nenhum comentário