Covid-19: Órgãos reguladores alertam que há produtos de limpeza que não têm ação contra o vírus


Semana passada um sabão em pó teve a venda proibida porque a embalagem do produto poderia induzir o consumidor de que elimina o coronavírus, o que não estaria comprovado

[Covid-19: Órgãos reguladores alertam que há produtos de limpeza que não têm ação contra o vírus]
Foto : Reprodução
Por Luciana Freire no dia 21 de Junho de 2020 ⋅
Em meio a crise sanitária da pandemia do novo coronavírus, a limpeza da casa, de roupas e de alimentos virou uma obsessão para os brasileiros. A na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já realizou 77 cancelamentos de produtos de limpeza neste ano, por casos que envolvem produtos que afirmam ter uma ação desinfetante, mas não contam com o registro obrigatório para este fim. A informação foi divulgada pelo jornal O Globo.
Na semana passada o sabão em pó da Tixan Ypê teve a venda proibida pela Justiça e o registro cancelado pela Anvisa. A embalagem do produto trazia informações que, na avaliação dos reguladores, poderiam induzir o consumidor a crer que o produto elimina o coronavírus, o que não estaria comprovado.
A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) informou que expediu na sexta (19), uma notificação a Unilever para prestar esclarecimentos sob alegação similar feita na embalagem do sabão em pó Brilhante.
A diretora do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), Juliana Domingues diz que, na pandemia, os consumidores estão em situação de hipervulnerabilidade. “A preocupação é protegê-los de propagandas que possam ser enganosas. Por isso, estamos pedindo esclarecimentos de associações de representantes de supermercados, indústria e da própria Anvisa, para nos munirmos de informações para análise dos casos.”

Nenhum comentário