Inquérito das fake news: Moraes diz que ameaça ao supremo é 'bandidagem'

O ministro Luís Roberto Barroso também afirmou que não há como se ter um Judiciário forte e independente sem que seus integrantes tenham liberdade para julgar os casos


[Inquérito das fake news: Moraes diz que ameaça ao supremo é 'bandidagem']
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Kamille Martinho no dia 17 de Junho de 2020 ⋅
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, afirmou hoje (17) os ataques contra a corte não são liberdade de expressão, mas sim "bandidagem". A declaração foi dada durante a votação pela continuidade e legalidade do inquérito das fake news. Em seu voto, Moraes leu exemplos de ameaças publicadas contra ministros.
“'Que estuprem e matem as filhas dos ordinários ministros do STF'. Em nenhum lugar do mundo isso é liberdade de expressão. Isso é bandidagem, criminalidade. Postado por uma advogada do Rio Grande do Sul, incitando o estupro”, citou Moraes.
Assim como Moraes, o ministro Luís Roberto Barroso também afirmou que não há como se ter um Judiciário forte e independente sem que seus integrantes tenham liberdade para julgar os casos, afirmando que as ameaças interferem nisso.

Nenhum comentário