Auxílio Emergencial: 1,3 milhão de CPFs foram enviados à Caixa para bloqueio por suspeita de fraude


"Não é possível ainda afirmar que esses CPFs sejam considerados cancelados ou inelegíveis para receber o benefício", diz o Ministério da Cidadania

[Auxílio Emergencial: 1,3 milhão de CPFs foram enviados à Caixa para bloqueio por suspeita de fraude]
Foto : Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Por Metro1 no dia 22 de Julho de 2020 ⋅ 
O Ministério da Cidadania enviou à Caixa Econômica Federal (CEF) 1.303.127 números de CPF para que o banco bloqueasse e realizasse uma verificação detalhada por suspeita de fraudes no Auxílio Emergencial.
"Não é possível ainda afirmar que esses CPFs sejam considerados cancelados ou inelegíveis para receber o benefício", diz o ministério em nota ao G1. "Qualquer indício de ilegalidade, em especial na ótica criminal, é imediatamente informado à Polícia Federal e os pagamentos são suspensos".
Ontem (21), o presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Pedro Guimarães, afirmou que 'centenas de milhares' de contas poupança digital do banco foram suspensas por suspeita de fraude.
"Todos os bloqueios são suspeita de fraude", afirmou Guimarães. "Suspendemos centenas de milhares de contas sim, e nesse momento as pessoas podem pedir o desbloqueio". Ainda segundo Guimarães, o total de contas bloqueadas seria equivalente a cerca de 5% do total de aprovados.

Nenhum comentário