Governo Bolsonaro me usou como desculpa para agenda anticorrupção, diz Moro


Em entrevista a jornal britânico Moro comentou ainda a reunião ministerial de 22 de abril, “Não acho que dá para combater corrupção sem respeitar a lei”

[Governo Bolsonaro me usou como desculpa para agenda anticorrupção, diz Moro]
Foto : Marcelo Camargo/Agência Brasil
Por Luciana Freire no dia 26 de Julho de 2020 ⋅ 

O ex-ministro da Justiça Sérgio Moro disse em entrevista ao jornal britânico Financial Times que o governo de Jair Bolsonaro usou sua presença na equipe ministerial como desculpa para demonstrar que medidas anticorrupção estariam sendo tomadas. 
“Uma das razões para eu sair do governo foi que não estava se fazendo muito (pela agenda anticorrupção)”, disse Moro à publicação. “Eles estavam usando minha presença como uma desculpa, então eu saí. A agenda anticorrupção tem sofrido reveses desde 2018”.
O Financial Times lembrou que a saída de Moro foi marcada pela acusação de que o presidente Bolsonaro teria interferido politicamente na Polícia Federal. Um inquérito no Supremo Tribunal Federal investiga as declarações do ex-ministro. Moro comentou que não se combate corrupção sem respeitar a lei e as instituições. 
“Ele mudou o diretor da Polícia Federal sem pedir minha opinião e sem uma boa causa. Não acho que dá para combater corrupção sem respeitar a lei e a autonomia das instituições que investigam e denunciam crimes.”

Nenhum comentário