MunicípioTCM julga improcedente denúncia feita pelo ex-Prefeito de Salinas da Margarida em relação ao concurso público

quarta-feira (12/08), em sessão realizada por meio eletrônico, julgou improcedente a denúncia formulad pelo ex-Prefeito deO Tribunal de

 TCM julga improcedente denúncia feita pelo ex-Prefeito de Salinas da Margarida em relação ao concurso público

Contas dos Municípios, nessa quarta-feira (12/08), em sessão realizada por meioco, jnúncia formulada pelo ex-Prefeito deinas da Margarida, Jorge Casci, em relunal de Contas dos Municípios, ness
a quarta-feira (12/08), em sessão realizada por meio eletrônico, julgou impredente a denúncia formulada pelo ex-Prefeito de Salinas da Margarida, Jorge Castellucci, em relação à supostas irregularidades relacionadas à suspensão do concurso público homologado pelo denunciante em 2016.

e a denúncia do ex-Prefeitoão à supostas irregularidadesacionadas à suspensão do concurso público homoO Tribunal de

Contas dos Municípios, nessa quarta-feira (12/08), em sessrealizada por meio eletrônico, julgou improcedente a denúncia formulada pelo ex-Prefeito de Salinas da Margarida, Jorge Castellucci, em relação à supostas irregularidades relacionadas à suspensão do concurso público homologado pelo denunciante em 2016.

Seguindo o parecer do Ministério Público de Contas, o TCM, por unanimidade, julgou improcedente a denúncia do ex-Prefeito de Salinas da Margarida quando acusou o atual Prefeito de ter utilizado expediente temerário para sonegar o direito à nomeação dos aprovados em concurso público e contaminar a imagem do subscritor perante a população salinense.

Após analisar a defesa, o TCM concluiu que não houve por parte do atual gestor a prática de atos simulados ou com objetivo de conseguir fim proibido por lei.s, nessa quarta-feira (12/08), em sessão realizada por meio eletrônico, julgou improcedente a denúncia formulada pelo ex-Prefeito de Salinas da Margarida, Jorge Castellucci, em relação à supostas irregularidades relacionadas à suspensão do concurso público homologado pelo denunciante em 2016.istério Público de Contas, o TCM, por unanimidade, julgourocedente a denúncia do ex-Prefeitologado pelo denunciante em

2016.

ndo

o parecer do Ministério Público de Contas, o TCM, por unanimidade, julgou improcedente a denúncia do ex-Prefeito Salinas da Margarida, Jorge Castellucci, em relação à supostas irregularidades relacionadas à suspensão do concurso público homologado pelo denunciante em 2016.
Seguindo o parecer do Ministério Público de Contas, o TCM, por unanimidade, julgou improcedente a denúncia do ex-Prefeito de Salinas da Margarida quando acusou o atual Prefeito de ter utilizado expediente temerário para sonegar o direito à nomeação dos aprovados em concurso público e contaminar a imagem do subscritor perante a população salinense.
Após analisar a defesa, o TCM concluiu que não houve por parte do atual gestor a prática de atos simulados ou com objetivo de conseguir fim proibido por lei.

Nenhum comentário