PSB: Executiva Estadual orienta que vereadores atendam o pedido da Executiva Municipal sobre voto para presidência da Câmara de SAJ; veja

 


As movimentações em torno da eleição da Mesa Diretora da Câmara de Santo Antônio de Jesus não param. Nesta última terça-feira (29), o Diretório Municipal de três partidos (PL – PSB e PSD) no município disciplinaram o voto dos vereadores eleitos para eleição da Casa que aconteceu no próximo sábado (2), quando escolhe presidente, vice, primeiro e segundo secretário na Câmara. “Que os vereadores votem nas candidaturas do próprio partido para as eleições da Mesa da Câmara Municipal para o biênio 2021/2022. Para os cargos em que não haja candidatura de vereador filiado ao partido, ficam os parlamentares orientados, como questão fechada pela Comissão Executiva Municipal, a votarem em candidaturas de partidos que integraram a coligação de cada partido nas eleições municipais majoritárias de 2020, conforme registrado na Justiça Eleitoral”, essa foi a decisão dos três partidos. Nesta quinta-feira (31), a Executiva Estadual do PSB e PSD recomentou que os vereadores atendam a resolução da Executiva Municipal em Santo Antônio de Jesus.

O que diz a Executiva Estadual do PSB

A Comissão Executiva Municipal e Srs. e Sras. Vereadores(as) do Partido Socialista Brasileiro do Município de Santo Antônio de Jesus: Em resposta à consulta feita pela Direção do Partido sobre a atuação dos Parlamentares filiados ao PSB, venho por meio deste, orientar que sejam cumpridas as determinantes da Direção do Partido no Município, seguindo o que determina o estatuto do Partido no Capitulo III, onde trata DA FIDELIDADE E DISCIPLINA PARTIDARIA, nos artigos 9°, 100 e 11°. Lembro que, o descumprimento das decisões da Comissão Executiva Municipal, ferem as normas de disciplina e fidelidade partidária, podendo acarretar em penalidades previstas no estatuto.  Salvador, 29 de dezembro de 2020. Lídice da Mata e Souza, Presidente do PSB/BA. Segundo informações que chegaram a nossa redação, é de que a recomendação do senador Otto Alencar (PSD) segue a mesma do PSB. Os vereadores eleitos no PSD, caso não siga a resolução do partido no município, sofrerá penalidades previstas no estatuto do partido.