Alan Sanches cobra do governo da Bahia uma posição sobre prisão de diretores de empresa responsável pelo Planserv

 O deputado estadual Alan Sanches (DEM) cobrou nesta sexta-feira (29), um posicionamento do governo do estado sobre a prisão de diretores da Qualirede, empresa responsável pela gestão do Planserv na Bahia. Os dirigentes estavam entre os alvos da Operação Hemorragia, realizada em Santa Catarina pela Polícia Federal e pela Receita.


A força-tarefa ocorreu na semana passada e teve como objetivo combater organização criminosa especializada na prática de crimes de corrupção, fraude em procedimentos licitatórios e lavagem de dinheiro em Santa Catarina. Naquele estado, a Qualirede gerencia o SC Saúde, plano dos servidores públicos, a exemplo do Planserv baiano.

“Já se passou mais de uma semana e o Governo da Bahia ainda não se pronunciou sobre este caso, que é muito grave. A investigação ocorreu em Santa Catarina, sim, mas obviamente a mesma empresa tem atuação na Bahia. Por isso, o governo deve explicações ao povo baiano”, afirmou o deputado.

Sanches destaca que o Planserv é o maior plano de saúde da Bahia, com mais de 500 mil usuários. “Estamos falando da gestão de um plano que envolve meio milhão de vidas e, naturalmente, movimenta um volume muito significativo de recursos. Então, nós vamos acompanhar este caso. Inclusive, a própria empresa também deve se manifestar”, disse o deputado.

“Quero destacar que não estamos, obviamente, fazendo nenhum tipo de acusação. Agora, o que não podemos deixar é que um assunto desse, diante desta gravidade, passe batido sem que explicações sejam dadas às pessoas”, complementou Sanches. (Política Livre)