'Ninguém mais do que eu quer ver o retorno às aulas', diz Rui Costa

 


Para governador, retorno colocaria em risco estudantes e profissionais das escolas

['Ninguém mais do que eu quer ver o retorno às aulas', diz Rui Costa]
Foto : Camila Souza/GOVBA

Por Gabriel Amorim no dia 28 de Janeiro de 2021 ⋅ 

O governador baiano Rui Costa (PT), afirmou na manhã de hoje (28), que apesar do seu desejo pessoal, ainda não é possível retomar as atividades presenciais nas escolas. “Ninguém mais do que eu quer ver o retorno às aulas. É a educação que transforma a vida das pessoas, mas a gente só transforma a vida de quem tá vivo. Tinhamos uma programação para retomar as aulas em novembro, mas fui alertado naquele momento que a curva ia subir. E foi o que ocorreu, lamentavelmente”, declarou, chamando atenção para o planejamento que não pôde ser cumprido.

O gestor estadual disse ainda que retomar as atividades neste momento seria contribuir para a piora do número de casos. “Estamos vendo colapso em alguns estados, como o Amazonas, e na Bahia, estamos vendo o número de mortes crescer por dia. Vamos passar de mil óbitos no mês de janeiro o que é muito ruim. Não podemos justamente no momento em que a pandemia está crescendo, que o número de casos e de óbitos está subindo, retornar. Estariamos colocando em risco todo mundo. Tanto os jovens, quanto as equipes das escolas”, afirmou Costa.

O petista disse que espera poder anunciar o retorno das aulas em breve, quando o cenário da pandemia estiver mais controlado. “Fazemos um apelo para a população, para diminuir a contaminação. Assim, quem sabe daqui a 20, 30 dias, podemos estar anunciando o retorno às aulas de uma forma mais segura que não provoque aumento de mortes e de contaminados”, finalizou.