*Presidente da Câmara de Vereadores de Dom Macedo Costa quer toque de recolher na cidade a partir das 18h*

 

A RBS Rede Baiana de site entrevistou na última quinta-feira (18) o vereador Geraldo Sales, popular Bahia (PT), da cidade de Dom Macedo Costa. O mesmo estava presente na sessão de abertura dos trabalhos da Câmara de Vereadores neste ano de 2021.
Na ocasião oedil falou da sua felicidade em iniciar mais um ano de prestação de serviço ao povo macedense.
“Com muita honra e muita alegria começando a primeira sessão neste período de 2021 à 2024. Estamos aqui juntos para aprovar projetos, licitações. O meu prazer é este, fazer para que o povo seja agraciado pela câmara de vereadores e pelo prefeito”, disse.
O vereador também comentou a aprovação do projeto de financiamento do Desenbahia para construção de galpões.
“Este projeto o prefeito já mandou aqui para a casa, já foi lido esta noite e vamos deixar já na apreciação com a comissão da casa para nós analisarmos, discutirmos e provavelmente aprovar um projeto que venha trazer emprego e renda para nossos jovens e para nosso povo macedense”, explicou.

Bahia não sinalizou quando o projeto será votado.
*Toque de recolher em Dom Macedo Costa*
O governador da Bahia, Rui Costa (PT), decretou toque de recolher a partir desta sexta-feira (19) em 343 cidades da Bahia, e este também foi um ponto tratado na entrevista. Bahia sugeriu que o município de Dom Macedo Costa tenha seu próprio decreto, pois, pelo fato do comércio na cidade fechar às 20h o decreto do governador não surtiria efeito já que as 22h o fluxo de pessoas é menor na cidade.
“Há um decreto que ele pode fazer juntamente com a união com a câmara de vereadores, o presidente da câmara, os prefeitos e os comerciantes, por que o comércio daqui fecha 22h da noite, então este decreto de 22h não resolve para Dom Macedo que é uma cidade pequena.
A sugestão é que o decreto comece na cidade umas 2 horas antes do que acontecerá a partir desta sexta-feira (19) nos outros municípios.

“Vamos sentar para que o decreto seja às 19h, 18h porque aí o pessoal fica em casa mais cedo e evite aglomeração, No domingo a partir das 12h, das 14h mais ou menos porque estamos passando um momento difícil. Esta pandemia está se alastrando na nossa Bahia, na nossa cidade”, alertou.