Bruno avalia antecipar feriados e revela que governo vai suspender transporte intermunicipal na Semana Santa

 

Em entrevista à TV Bahia, prefeito afirmou que questão é discutida com gestores da Região Metropolitana

[Bruno avalia antecipar feriados e revela que governo vai suspender transporte intermunicipal na Semana Santa]
Foto : Reprodução / TV Bahia

Por Metro1 no dia 22 de Março de 2021 ⋅ 

O prefeito Bruno Reis afirmou na manhã de hoje (22), em entrevista à TV Bahia, que avalia antecipar pelo menos quatro feriados para aumentar o isolamento social em Salvador. Ele ainda antecipou que o transporte intermunicipal deverá ser suspenso na Semana Santa, segundo informações dadas pelo governador Rui Costa em reunião com os gestores municipais.

"Nós estamos avaliando os números no decorrer dessa semana, combinamos na última semana, prefeitos da Região Metropolitana e o governo do Estado, de realizarmos uma outra reunião, para inclusive, se possível for, antecipar os feriados para a semana que vem, com a possibilidade de buscar um isolamento maior", disse o prefeito.

De acordo com o prefeito, é possível que os feriados de Corpus Christi (3 de junho), São João (24 de junho), Independência da Bahia (2 de julho) e Dia de Nossa Senhora da Conceição da Praia (8 de dezembro) sejam antecipados e associados ao da Semana Santa (2 de abril).

A antecipação dos feriados vai depender do número de infectados pela Covid-19 na capital baiana, segundo o prefeito. A possibilidade é debatida com os gestores dos municípios da Região Metropolitana (RMS).

Na reunião feita na última sexta-feira (19), que definiu a prorrogação das medidas restritivas até 29 de março em Salvador e região e antecipou o toque de recolher para 18h, os prefeitos foram comunicados pelo governador Rui Costa sobre a suspensão do transporte intermunicipal. "Sempre existe uma preocupação com os feriados, o governo do Estado já anunciou que vai suspender todo o transporte intermunicipal para evitar que as pessoas se aglomerem no período. Já está decidido, na sexta-feira, o governador comunicou aos prefeitos que tomaria essa decisão", revelou Bruno.