Salvador amanhece com 112 pacientes aguardando regulação

 

Efeitos positivos das medidas restritivas começaram a aparecer, mas ainda não refletem nas UPAs, que sofrem grande pressão

[Salvador amanhece com 112 pacientes aguardando regulação]
Foto : Divulgação

Por Adele Robichez no dia 16 de Março de 2021 ⋅ 

O prefeito de Salvador Bruno Reis (DEM) afirmou hoje (16), em coletiva de imprensa transmitida virtualmente, que Salvador começou a apresentar diminuição dos casos ativos da Covid-19 e fator RT após a implementação das medidas restritivas. Apesar disso, alertou para a pressão ainda existente nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) municipais.

“Quando iniciamos, no dia 27 fevereiro, as medidas de isolamento social, suspendendo o funcionamento do serviço não essencial, tínhamos fator RT (taxa de transmissão da doença) de 1,27. Esse índice agora caiu para 1,15”, informou o gestor da capital baiana.
 
Além disso, o prefeito falou que Salvador tinha 2.912 casos ativos da doença em 26 de dezembro e que esse número, até ontem (15), foi de 1.565 casos. “Ou seja, tivemos uma redução de quase 50%. Vejam que as medidas de isolamento estão dando certo. Estão evitando que mais pessoas contraiam o vírus na cidade”, concluiu.
 
A melhora nas taxas citadas, porém, não foi refletida ainda no sistema de saúde, que ainda está sobrecarregado. Nas últimas 24 horas, o número de pacientes regulados nas UPAs e gripários chegou a 107, quatro a mais que o dia anterior. Além disso, a cidade amanheceu com 112 pessoas aguardando transferência para um hospital. 
 
“A pressão ainda é grande sobre as UPAs e o número de pessoas que precisam de leitos de UTI só faz aumentar. Mas esperamos que haja uma queda com base na redução dos números do cenário epidemiológico”, declarou Bruno Reis.
 
Os efeitos da vacinação em idosos também começaram a ser evidenciados. “Na primeira onda da pandemia, a cada 100 pacientes nas UPAs, 60 eram idosos. Agora são 40.  Isto é, hoje temos 60% de adultos de 30 a 59 anos. Isso mostra que a vacina começou a surtir efeito. Só ela vai permitir saímos dessa situação que nos encontramos”, afirmou o prefeito.