Após prisão, partido Solidariedade vai expulsar Dr. Jairinho, acusado de matar o enteado

 

Caso continue preso, vereador terá o mandato suspenso a partir do 31º dia

[Após prisão, partido Solidariedade vai expulsar Dr. Jairinho, acusado de matar o enteado]
Foto : Reprodução/TV Globo

Por Luciana Freire no dia 08 de Abril de 2021 ⋅ 

Preso durante a investigação da morte de Henry Borel, a direção do Solidariedade pediu ao conselho de ética do partido que abra um processo para a expulsão do vereador do Rio de Janeiro Dr. Jairinho, acusado de matar o enteado Henry de 4 anos. A informação foi divulgada pelo O Antagonista.

“Estamos abrindo processo de expulsão. Vamos fazer tudo dentro do estatuto, mas acho muito difícil a expulsão não ocorrer. É muito grave, uma loucura, um cara psicopata”, disse o presidente nacional da legenda, o deputado federal Paulinho da Força, ao site.

Caso continue preso, Jairinho terá o mandato suspenso a partir do 31º dia, sem possibilidade de pedir licença do cargo.