‘Tenho obrigação de intensificar agenda do presidente na Bahia’, afirma Ministro João Roma

 Foto: Ascom/ João Roma

Presentes ao lado do presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) em evento de inauguração da duplicação de um trecho de 23 km da BR-101, entre os municípios de Feira de Santana e de Conceição do Jacuípe, os ministros João Roma (Cidadania) e Tarcisio Gomes (Infraestrutura) destacaram as intervenções do governo federal na Bahia.


Cotado como candidato de Bolsonaro ao governo baiano em 2022, Roma afirmou que o estado “parecido esquecido” por outras gestões e que tomou para si o compromisso de intensificar a agenda de Bolsonaro na Bahia.“A Bahia ansiava pela duplicação da BR-101, hoje entra num trecho de 22 km, que já é um grande avanço em uma obra de boa qualidade. Particularmente, eu fico muito feliz porque parecia que a Bahia estava esquecida pelo governo federal. A duplicação aconteceu em Sergipe, Alagoas, Pernambuco e Paraíba, mas parecia que o estado da Bahia tinha sido deixado de lado. Sou deputado eleito pela Bahia, aqui na Bahia foi onde estabeleci minha família, aqui é onde eu vivo. Tenho até vindo menos, mas, como ministro do estado, as minhas vindas repercutem mais”, afirmou.

Roma destacou ainda a sua atuação frente ao Ministério da Cidadania, cargo que passou a ocupar neste ano e que foi o vetor do seu rompimento com o aliado de antiga data, o ex-prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM).“Somos o braço social do governo Bolsonaro. Não só pelo Bolsa Família, que contempla 30% do povo baiano, mas também pelo auxílio emergencial. É dessa forma que o governo Bolsonaro tem feito a sua parte para estar junto dos brasileiros que mais precisam”, afirmou.

Foto: Ascom/ João Roma

Com informações do repórter Rodrigo Tardio/ a Tarde