Aliados de Rui Costa já devem se reunir antes de novas mudanças no governo e duas secretarias estão em análise; veja

 Com redução na velocidade das mudanças no governo Rui Costa (PT), aliados do governador devem se reunir antes de novas alterações. Entre as mudanças pendentes, a saída de Andrea Mendonça da Junta Comercial do Estado da Bahia (Juceb), ainda sob o comando do já alijado PDT, e as trocas nas Secretarias de Desenvolvimento Rural (SDR) e na Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) seguem em análise.

Integrantes d


o governo comentaram que o debate sobre alterações segue ocorrendo, porém, “ainda sem previsão” para ter uma definição. A ideia seria, apesar da “agenda muito pesada” de Rui, dialogar com a base do governo para discutir as possíveis alterações na composição do secretariado. Uma reunião entre o governador Rui Costa e interlocutores ocorreu desta quarta-feira (16).

A mudança mais próxima parece ser a da presidência da Juceb, onde permanece Andrea Mendonça, irmã do deputado federal e presidente do PDT, Félix Mendonça. Interlocutores ligados ao partido revelam que nenhum sinal de desligamento de Andrea foi dado, apesar do desligamento da legenda no governo.

Outra mudança que foi ventilada foi os reajustes para que algum deputado federal pelo PT siga comandando uma pasta: a de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e a de Desenvolvimento Rural (SDR). As mudanças podem levar Joseildo Ramos à SJDHDS no lugar de Carlos Martins, que já vem sendo cotado para sair da pasta. Atualmente, Joseildo ocupa o lugar deixado na Câmara por Josias Gomes, titular da SDR, que voltaria a ocupar a cadeira no Legislativo.

Desta forma, o partido seguiria com a mesma cota de deputados federais no secretariado de Rui – o outro é Nelson Pellegrino, no Desenvolvimento Urbano (Sedur). Na última terça (15), o secretário de Relações Institucionais (Serin), Luiz Caetano, se reuniu com os deputados estaduais Rosembert Pinto (PT), representante do grupo CNB, e Osni Cardoso, do Reencantar, tendências internas a que pertencem Josias e Joseildo, respectivamente. O objetivo primordial da troca de cadeiras entre petistas na Câmara é manter o deputado federal Paulo Magalhães (PSD) com a cadeira no Legislativo federal. (Bahia Notícias)