Assessor do Gabinete do Ministro das Cidades, Neto Sandes destaca a força política do Ministro da Cidadania, João Roma na Bahia




Um dos braços direitos do Ministro da Cidadania, João Roma que também esteve presente no encontro com 34 prefeitos na cidade de Amargosa, no recôncavo baiano, foi o Assessor do Gabinete do Ministro das Cidades, Manoel Neto Sandes um dos responsáveis pelo sucesso do evento e que bateu um papo descontraído com a equipe de reportagem do site Gazzeta do reconcavo Confira agora os principais pontos dessa entrevista.
Na oportunida


de, Neto Sandes falou sobre a importância da visita do Ministro da Cidadania, João Roma. “Esse momento aqui na região foi ímpar, ainda mais quando o homem fez aquela videoconferência com o presidente Bolsonaro, mostrou prestígio e mostrou realmente que ele quer fazer o homem Governador, isso está claro, o futuro a Deus pertence, lógico tem muita água para rolar, mas vamos fazer o nosso devagarzinho e


sempre que com certeza um pedacinho lá do céu está reservado para a gente”, destacou.
Perguntado como é trabalhar diretamente com João Roma, em Brasília, Neto Sandes falou sobre o assunto. “Com certeza, não só isso, mostrando também, que a parte da energia positiva que o ministro João Roma tem de não ser vaidoso, é um cara que não tem distância, é um cara que conversa, é do diálogo, é o cara que realmente pensa para frente, que tem um uma visão muito próspera, porque é um cara que sempre quer está a frente, estar entendendo de todo assunto é um cara do técnico e político resumindo

melhor, então assim é muito difícil ter um político desse escalão, ou o cara é só político, ou o cara é só técnico. Enfim, para você encontrar o equilíbrio dessas duas âncoras, para você ser um bom político, não é fácil, não é fácil e eu graças a Deus trabalhar com ele, porque é um cara que nos ouve, é uma cara que busca está sempre acertando ,



busca sempre na sua humildade estar levando sempre o melhor próximo e eu fico muito bem porque eu sou assim, encontrei um chefe do mesmo perfil. Eu estava conversando com a esposa dele, Roberta Roma, ela estava falando, Manoel você viu como as coisas estão acontecendo normalmente, sem nada e forçação de barra, está sendo uma coisa que as energias está sendo favorável a todo projeto que a gente tem pensado, isso aqui não tem preço, isso aqui é muito bonito, muito gratificante está fazendo parte desse projeto que eu projeto que eu tenho certeza que é um projeto vitorioso, muito, muito eu não tenho dúvida, só eu estando lá estou feliz e o futuro como eu falo sempre a Deus pertence, eu não tenho dúvida que será muito valioso quem estiver do nosso lado agora, com certeza vai ter sempre também vai ser sempre lembrado e essa gratidão é impagável", informou.

Mostrando a força política do Ministro da Cidadania, João Roma na Bahia, Neto Sandes aproveitou para agradecer aos prefeitos por terem aceito o convite. “Muito obrigado de coração, espero que tenha gostado, vocês não sabem a alegria do Ministro estar recebendo o carinho, a palavra de conforto que todos passaram aqui, os presentes que foram inúmeros de cada região, todo mundo querendo agradar é licor, é doce de goiaba, requeijão, enfim tudo, eu quero dizer que estou muito feliz, muito obrigado e pode ter certeza que muita coisa boa tem por aí e que não vai ficar só em conversa não, vamos chegar em atitude e você e da imprensa vão acompanhar o que o Ministro João Roma fazer pela Bahia e pelo Brasil”, disse.








O assessor Neto Sandes aproveitou para contar alguns bastidores do ministério e as novidades que vem pela frente. “Você sabia que os últimos ministros da Cidadania eram gaúchos, para você ter uma ideia no livro de ocorrências lá nem 20 prefeitos da Bahia eram atendidos ao longo desse tempo todo. João Roma atendeu 183 prefeitos em 90 dias, em três meses de ministério, imagine o quanto a gente vai poder trabalhar pela Bahia. Primeiro ministro pernambucano com família na Bahia, primeiro ministro


nordestino na Cidadania, pois nos outros Ministérios têm Edilson Machado no turismo, tem Fábio Farias, então é assim, o que é que ocorre, João Roma veio para somar porque todos sabem que o braço social de Bolsonaro é no Ministerio da Cidadania, então as políticas sociais que vão chegar direto na mesa do pobre, sai de lá, são os auxílios, a bolsa família e os programas de PAA que é o programa de aquisição de alimento e lá também abrange também o esporte. Outro dado importante que eu já ia esquecendo nosso Ministro tem uma honra maior que ele vai representar o Brasil nas olimpíadas, então isso mostra a confiança que o Presidente da República tem no trabalho do


Ministro João Roma , então isso não tem preço eu fico muito feliz por estar trabalhando com uma pessoa idônea, uma pessoa trabalhadora, honesta, justa e meu amigo futuro a gente vai ter muito conversar, tem muita coisa para sair, muitos realizações e vocês vão estar por dentro, com certeza”, finalizou.