Caixa Econômica está liberando crédito pessoal de até R$ 30 mil pelo Internet Banking em até 48 parcelas

Empréstimo pessoal - A Caixa Econômica possui uma linha de crédito pré-aprovado que dispensa avalistas e pode ser solicitado via aplicativo do banco, terminais de autoatendimento ou Internet Banking. Além disso, o valor contratado é disponibilizado direto na conta do solicitante, sem burocracia.

Chamado de CDC Automático, o serviço de empréstimo pessoal é voltado para pessoas que buscam dinheiro rápido para realizar a viagem dos sonhos, investir em cursos e qualificação profissional, equilibrar as finanças e o orçamento familiar/pessoas para quitar outras dívidas ou mesmo montar uma reserva de emergência.

Quais as vantagens do empréstimo pessoal

As vantagens da linha de crédito que mais se destacam são:

O limite de empréstimo pessoal é pré-aprovado e as parcelas são debitadas diretamente na conta do cliente. Ele pode, inclusive, escolher a melhor data de pagamento das parcelas.

Crédito de R$ 150 a R$ 30 mil, liberado com uma das melhores taxas de juros do mercado. O prazo para pagar é de até 48 meses.

Contratação no Internet Banking Caixa, terminais de autoatendimento, app Caixa ou telefones 3004 1105, para capitais e regiões metropolitanas, e 0800 726 0505, para as demais localidades.

Como contratar empréstimo pessoal?

Confira a seguir passos simples para solicitar o CDC Automático da Caixa:

Acesse um dos canais de atendimento da Caixa, como Internet Banking, agências, caixas eletrônicos ou ligue para o número 0800 726 0505.

Durante a contratação do crédito empréstimo pessoal, será feita uma análise da documentação para aprovar ou definir o limite. É possível também autorizar a liberação do empréstimo durante a abertura de conta, com liberação imediata de limite pré-aprovado.

Após a liberação do empréstimo, basta utilizar o crédito a qualquer momento, sem necessidade de comprar os motivos para o uso do dinheiro.

Lembrando que para solicitar o empréstimo pessoal, a pessoa deve ser maior de 18 anos, possuir conta na Caixa e não ter restrições em órgãos de proteção ao crédito (SPC e Serasa). Caso não possua limite pré-aprovado, o cidadão deve procurar a sua agência da Caixa para a liberação.