Aula de humanismo", diz Robinson, sobre encontro com Lula

 



O vice-líder do governo do estado na Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Robinson Almeida (PT), disse que o encontro com o ex-presidente Lula, em Salvador, foi uma "aula de humanismo" numa tarde "de alegria e esperança" para o Brasil. Ontem, o petista esteve reunido com deputados, o governador Rui Costa, os senadores Jaques Wagner e Otto Alencar e com movimentos sociais no Seminário que teve como tema "Combater a fome e "Reconstruir o Brasil". Nesta quinta-feira (26), na capital baiana, o ex-presidente visita a Policlinica de Narandiba, uma das 20 unidades de média complexidade em atendimento a saúde entregue pelo governador Rui Costa aos baianos.


"Foi uma tarde /noite de muita alegria e esperança. O encontro com Lula foi uma aula de humanismo. O Brasil tem jeito. A Bahia vai dar sua resposta. O nordeste também. 2022 vem aí. Fora Bolsonaro, Lula Presidente", afirmou Robinson Almeida.


O parlamentar lembrou o legado de Lula na Bahia e recordou, por exemplo, que antes do ex-presidente o estado só tinha uma Universidade Federal e um Instituto Federal de Educação.


"O presidente Lula criou a Universidade Federal do Recôncavo Baiano, a Universidade Federal do Oeste da Bahia, a Universidade Federal do Sul da Bahia, a Universidade Federal do Vale do São Francisco, implantou  a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), com campus em São Francisco do Conde  (BA), e criou mais de 30 unidades do Instituto Federal de Tecnologia, Ciência e Educação da Bahia", enfatizou.


Na Bahia, o ex-presidente Lula encerra 11 dias de visita a 6 estados do Nordeste. Na região, o petista teve encontros com lideranças políticas e com movimentos sociais.