Bruno Reais reafirma que outubro é mês decisivo para realização do réveillon em Salvador e já fala em eventos na capital


 A realização do Réveillon de Salvador segue sendo uma incógnita para o fim de ano da capital. Isso porque, na manhã desta quarta-feira (13), o prefeito Bruno Reis voltou a afirmar que aguarda para ver o cenário da covid-19 na cidade em outubro para avaliar se é possível ou não fazer a festa. “Volto a dizer que esse mês de outubro é decisivo porque agora retomamos todas as atividades. Já estão ocorrendo eventos, as aulas presenciais 100% voltaram, retomamos os públicos nos estádios”, explicou. Para Reis, só se o cenário se mantiver favorável em meio à retomada que dá para pensar nas festas de forma geral. “Se os números permanecerem em queda, se não houver alteração no quadro e continuarmos como estamos hoje sem pressão no sistema de saúde, isso vai indicar que a vacina está fazendo efeito, cumprindo seu papel e que permite nós voltarmos. Aí vamos avaliar a realização desses eventos, seja Réveillon, Carnaval ou as festas populares da nossa cidade”, declarou. (Correio da Bahia)