Ministério Público abriu novo processo seletivo para contratação de 200 estagiários do curso de direito e 20 vagas são para Santo Antônio de Jesus. Confira

 

O Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) abriu um novo processo seletivo para contratação de 200 estagiários do curso de direito. Os jovens irão atuar nas Promotorias de Justiça Regionais de todo o estado. As oportunidades são para as cidades de: Alagoinhas (10); Barreiras (9); Bom Jesus da Lapa (1); Brumado (5); Camaçari (10); Euclides da Cunha (12); Eunápolis (10); Feira de Santana (20); Guanambi (2); Ibotirama; Ilhéus (11); Irecê (8); Itaberaba; Itabuna (5); Itapetinga (7); Jacobina; Jequié (6); Juazeiro (17); Paulo Afonso (3); Porto Seguro (1); Santa Maria da Vitória; Santo Antônio de Jesus (20); Seabra; Senhor do Bonfim (8); Serrinha (8); Simões Filho (14); Teixeira de Freitas (8); Valença; e Vitória da Conquista (5).

Para se inscrever, os estudantes devem estar matriculados – no mínimo e de acordo com as pertinentes grades curriculares – no semestre correspondente à metade do curso de bacharelado em direito em uma das instituições de ensino superior conveniadas com o Ministério Público do Estado da Bahia. Para se inscrever, os estudantes devem estar matriculados – no mínimo e de acordo com as pertinentes grades curriculares – no semestre correspondente à metade do curso de bacharelado em direito em uma das instituições de ensino superior conveniadas com o Ministério Público do Estado da Bahia.
A jornada de estágio corresponde a 20 horas por semana e a bolsa auxílio é de R$ 663,00. As inscrições começam às 16h do dia 13 de dezembro de 2021 e seguem até às 16h do dia 11 de janeiro de 2022, no site da FGV. Nesta etapa é preciso efetuar o pagamento da taxa no valor de R$ 55,00. Como forma de classificação, os inscritos serão submetidos a uma prova objetiva a a ser realizada de forma remota no dia 13 de fevereiro de 2022, às 10h. São 40 questões e os temas são: língua portuguesa, direito penal e direito processual penal, direito civil e direito processual civil, direito constitucional e legislação especial.

Haverá ainda a investigação social de caráter eliminatório que tem por objetivo verificar se o candidato possui idoneidade moral e conduta ilibada, imprescindíveis para o exercício das atribuições inerentes à função de estagiário. O processo seletivo tem validade de 1 anos, com possibilidade de prorrogação por igual período, contado pela data do resultado final homologado. As informações são da PCI Concursos.