Lídice da Mata e ex-secretário travam disputa por indicação de novo titular de secretaria de Administração Penitenciária após saída de Duarte

 Com a demissão do ex-deputado Nestor Duarte Neto da secretaria de Administração Penitenciária, a deputada federal Lídice da Mata (PSB) e ele passaram a se articular para tentar emplacar o sucessor na pasta.


Lídice é presidente estadual do PSB, mesmo partido do deputado federal Marcelo Nilo, que indicou Nestor e rompeu com o governador Rui Costa e o senador Jaques Wagner (PT) para apoiar a candidatura ao governo de ACM Neto (DEM).

A secretaria chegou a ser ofertada ao MDB do ex-ministro Geddel Vieira Lima, que declinou do convite. Desde a terça-feira passada, quando o governo anunciou a saída do secretário, Lídice começou a se movimentar para manter a Seap sob o controle do PSB.

Nestor, por sua vez, tentaria emplacar em seu lugar o chefe de Gabinete, Carlos Sodré, um advogado famoso que chegou a pedir demissão para acompanhar o chefe, mas voltou atrás ante a perspectiva de sucedê-lo.

O governo, no entanto, analisa a substituição com o máximo cuidado porque o setor é considerado muito delicado, lida com a população carcerária e possui um sindicato forte e ativo, o que demandaria um secretário com o mesmo perfil de Nestor.

No período de mais de uma década de sua gestão praticamente não foram registrados conflitos na pasta, o que o governador Rui Costa (PT) atribui basicamente à habilidade e competência do ex-auxiliar. Política LivreCâmara dos Deputados