Peça chave do caso Paraíso Perdido é encontrada morta; confira a entrevista


 O delegado Rafael Magalhães, responsável pelas investigações da morte do empresário Leandro Silva Troesch, o Léo da Pousada Paraíso Perdido, em entrevista ao radialista Léo Valente, deu novos detalhes sobre o caso.

O delegado informou que há um mistério rondando o suposto suicídio do empresário após a fuga de Shirley Figueiredo, viúva do empresário e da morte de um funcionário, apontado pelo delegado como peça chave para as investigações.

“Shirley cumpre pena de prisão domiciliar e fugiu. Ela foi intimada a prestar depoimento sobre a morte do marido, já que ela era única pessoa que estava com o empresário no momento de sua morte, no entanto, até o momento, não se sabe seu paradeiro, sendo considerada foragida”, declarou.

A prisão preventiva da viúva foi expedida pela vara criminal pelo Juiz Almir Pereira por quebra de medida cautelar.  materia  LEO VALENTE